Artigo Termografia revela o nível do estresse? | Poliscan Brasil

Termografia revela o nível do estresse?

TERMOGRAFIA REVELA O NÍVEL DE ESTRESSE?

Estudo por: William J. Tyler, Alyssa M. Boasso, Hailey M. Mortimore, Rhonda S. Silva, Jonathan D. Charlesworth, Michelle A. Marlin, Kirsten Aebersold, Linh Aven, Daniel Z. Wetmore e Sumon K. Pal.
Artigo disponível neste link.

Hoje, 23 de setembro, é o Dia Mundial de Combate ao Estresse. E por isso nós trouxemos um artigo que investigou de um tipo de tratamento para estresse chamado neurossinalização elétrica transdérmica (transdermal electrical neurosignaling - TEN) comparando-o com um tratamento placebo.

O MÉTODO TEN

Esse método consiste na neuromodulação transdérmica da atividade noradrenérgica, que por sua vez suprime as respostas psicofisiológicas e bioquímicas ao estresse em humanos. Para isso, esse método forneceu correntes elétricas pulsadas de alta freqüência às divisões oftálmicas e maxilares do nervo trigêmeo direito e aferentes do nervo espinhal cervical.

CONTRIBUIÇÕES DA TERMOGRAFIA

A termografia teve essencial função de comparar o tônus simpático basal de acordo com as temperaturas faciais.
Por meio das imagens termográficas é possível observar que o TEN modula significativamente uma resposta simpática da pele e termorregulação emocional, aumentando as temperaturas faciais com o passar do tempo dos experimentos.

RESULTADOS

Experimento 01: TEN suprimiu significativamente o tônus ​​simpático basal em comparação com o tratamento placebo, conforme indicado pela termografia infravermelha funcional das temperaturas faciais.
 
Experimento 02: indivíduos tratados com TEN relataram níveis significativamente mais baixos de tensão e ansiedade na escala do Perfil de Estados de Humor em comparação com o placebo.
 
Experimento 03: TEN produziu uma supressão significativa da variabilidade da frequência cardíaca, condutância galvânica da pele e níveis de α-amilase salivar em comparação com o placebo.

CONCLUSÕES

Essas observações demonstram que a TEN pode diminuir o tônus ​​simpático basal e atenuar a atividade simpática em resposta à indução de estresse agudo. E, portanto, concluiu-se que diminuir a atividade simpática representa uma abordagem promissora para controlar o estresse diário.
 
A termografia por inframervelho teve concordância com os outros métodos na avaliação do estresse.
 
- Impor tempos de repouso entre cada corte.
Interessou-se por esse artigo? Acesse-o na íntegra:

Quer solicitar mais artigos sobre termografia? Preencha o formulário abaixo.

Ao utilizar este formulário você concorda com o armazenamento e utilização de seus dados pessoais por este website.

SOLICITE SEU ORÇAMENTO

Quer fazer um orçamento ou tirar alguma dúvida? Clique no botão e saiba mais sobre nossos produtos.

Contato por WhatsApp