Termografia na avaliação de crianças com púrpura trombocitopênica idiopática (PTI)

Método de avaliação da termografia infravermelha em crianças com púrpura trombocitopênica idiopática (PTI)

Estudo por Baohong Mi, Jialin Song, Wenxue Hong, Wenzheng Zhang e Yue Wang. Artigo disponível neste link.

Destaques

  • A inspeção por termografia é não invasiva e pode compensar em contraste com a invasividade da detecção molecular celular.
  • A termografia pode avaliar objetivamente as crianças com PTI da perspectiva da distribuição da temperatura da pele.
  • O grau de confusão na distribuição da temperatura da pele pode ser quantificado pelo recurso TDSNU.
  • A parte do tronco de crianças com PTI possui alto TDSNU, que comprova os resultados de pesquisas anteriores de maneira objetiva.
  • O recurso TDSNU da termografia possui alta especificidade e sensibilidade ao PTI.

Objetivo

A púrpura trombocitopênica idiopática (PTI) é uma doença imune com patogênese complexa. No entanto, o diagnóstico de PTI carece de índice de teste de especificidade, o diagnóstico ainda está em um nível de diagnóstico exclusivo. Estudos clínicos descobriram que o PTI pode causar um distúrbio na distribuição da temperatura da pele devido à resposta imune espontânea. A temperatura da pele humana pode ser coletada por termografia infravermelha, e podemos especular sobre a gravidade da resposta imune extraindo as características de distribuição de temperatura. Neste artigo, exploraremos o valor da termografia para o diagnóstico e a avaliação no PTI e tentaremos adicionar novas ferramentas de inspeção não invasivas para a inspeção laboratorial do PTI.

Método

De acordo com o estado da função metabólica humana, um algoritmo de heterogeneidade espacial para distribuição da temperatura da pele foi proposto neste trabalho com base na termografia por infravermelho. O algoritmo foi usado para quantificar o grau de confusão em uma região alvo. Trinta e três indivíduos foram divididos em um grupo controle, um grupo PTI1 e um grupo PTI2 neste estudo. A não-uniformidade espacial da distribuição de temperatura, a temperatura média e as características de temperatura máxima de 14 regiões de interesse foram extraídas da imagem térmica infravermelha de cada sujeito. Seis regiões-alvo com valor menor P foram selecionadas e o parâmetro de avaliação unidimensional foi extraído pelo método de ponderação de área. Ao mesmo tempo, a sensibilidade e especificidade do parâmetro para PTI foram examinadas.

Resultado

As 6 regiões-alvo selecionadas pela característica de não uniformidade apresentaram diferenças significativas (P  < 0,05) entre os três grupos com o método estatístico de ANOVA, mas não houve diferença estatística significativa nas regiões extraídas pela temperatura média e temperatura máxima. Pode-se descobrir pela curva ROC que o método de avaliação proposto neste artigo possui maior sensibilidade e especificidade do que os métodos comuns.

Conclusão

As características de distribuição da temperatura da pele das crianças com PTI podem ser exibidas por termografia por infravermelho. Todas as 6 regiões-alvo rastreadas pelo algoritmo de não-uniformidade espacial proposto neste artigo são partes do tronco, que corroboram conclusões de pesquisas relevantes da literatura. O método apresentado neste artigo possui alta sensibilidade e especificidade ao PTI. Embora existam algumas limitações, o método por termografia pode descrever de maneira não invasiva e objetiva o estado da doença e adicionar uma nova ferramenta para exames laboratoriais de PTI. Este artigo também fornece um novo método e ideia para a avaliação médica da termografia infravermelha.

Quer solicitar mais artigos sobre termografia? Preencha o formulário abaixo.

SOLICITE SEU ORÇAMENTO

Quer fazer um orçamento ou tirar alguma dúvida? Clique no botão e saiba mais sobre nossos produtos.

Contato por WhatsApp