Medição de Temperatura Corporal Elevada

Covid-19

A termografia é uma solução para conter a pandemia que preocupa o mundo

Como a Termografia pode conter o Coronavírus?

A termografia por infravermelho pode ajudar a detectar temperaturas corporais elevadas, o que pode indicar a presença de febre. A ferramenta já atuou na contenção da disseminação de epidemias como a COVID-19, a gripe aviária e suína, a SARS e o Ebola.

O crescimento das viagens internacionais e a migração econômica exigem uma política consistente, rápida, eficaz e global de prevenção de doenças. A temperatura corporal elevada, ou febre, costuma ser um indicador confiável de muitas infecções graves. Nos casos de Covid-19 confirmados, 98% apresentam o sintoma de febre. A triagem por termografia é um método rápido, fácil, sem contato (não invasivo) e confiável para detectar elevações de temperatura corporal.

Quando usada adequadamente, de acordo com as diretrizes ISO IEC internacionais, este é um método eficaz de monitoramento autônomo.

1 – Os indivíduos são monitorados remotamente ao passar nos pontos de verificação de triagem montados em um aeroporto, fronteira ou no saguão de entrada de uma empresa ou escola.
2 – O operador da câmera infravermelha olha para um monitor colorido, que usa alarmes visuais e/ou sonoros quando um indivíduo exibe uma temperatura corporal incomum, a partir de 37,5 °C.
3 – Os indivíduos com temperaturas corporais mais elevadas que a norma são enviados para uma fila separada, para posterior examinação por um profissional de saúde ou designado.

Uma solução para empresas e aeroportos

Um sistema como esse tem custo relativamente baixo e sua instalação é rápida. As câmeras não precisam de especialistas para serem operadas: basta um treinamento simples que capacita o operador a fazer as leituras adequadamente. É um excelente custo-benefício.

O vídeo ao lado demonstra uma configuração simplificada. A câmera é posicionada em frente à área de passagem e capta em tempo real as imagens termográficas.
O software está configurado para mostrar em vermelho temperaturas acima de um limite definido, que também dispara um alarme sonoro. Assim, nesta pré-triagem, é possível identificar se alguém possui uma temperatura corporal acima da norma, um potencial portador do coronavírus, e precisa de checagem posterior.
 
No caso deste vídeo, que é apenas um exemplo, o limite está determinado para uma temperatura menor do que 37,5 °C, que seria a norma para indicação de febre. Existe um conjunto de diretrizes ISO a serem seguidas para correta realização da triagem. A não aplicação dessas normas pode comprometer o processo e os resultados.

Uma solução também para o sistema de saúde

Como o sistema de triagem por infravermelho pode prevenir a sobrecarga do sistema de saúde?

No vídeo ao lado, a Dra. Angela Hewlett, especialista em doenças infecciosas e epidemias, relata um caso na época da epidemia do H1N1. O sistema de triagem pode servir como uma valiosa ferramenta para determinar quem realmente precisa de atendimento médico.

Locais que já utilizam a triagem por termografia

A implantação de câmeras FLIR em aeroportos, terminais e outros locais estratégicos tem fornecido desde 2003 um método altamente eficaz para examinar multidões por temperaturas elevadas de pele, o que pode sugerir que uma pessoa tem um patógeno contagioso como o Coronavírus.

A adoção das câmeras termográficas é uma medida pequena, mas vital, para combater a propagação de epidemias. A seguir, uma seleção de empresas e organizações que possuem sistemas de triagem de temperatura FLIR:

  • Ministério da Saúde da Malásia
  • Ministério da Saúde da Tunísia
  • Ministério da Saúde da Argélia
  • Serviço de energia ALSTOM
  • Banco Audi
  • CEAT Electronique
  • Chunghwa Telecom
  • Compai Electronics
  • Formosa Plastic Group
  • Autoridade aeroportuária de Hong Kong
  • Aeroportos Internacionais da Austrália
  • Aeroportos do Egito
  • Aeroportos do Paraguai
  • Aeroportos da Grécia
  • Aeroportos da Arábia Saudita
  • Star Cruises, entre outros.

Quer mais informações sobre o uso de termografia infravermelha para o controle epidemiológico em pontos estratégicos?

A Poliscan Brasil disponibiliza um folder digital completo para download gratuito com muitas outras informações relevantes.

Basta clicar no botão abaixo para obter o material.

Soluções completas

Recentemente, a Poliscan disponibilizou uma atualização gratuita para câmeras térmicas com novos recursos para a triagem de temperatura. Um deles é a silhueta virtual, que aprimora a captação térmica. Ela já está em uso no Hospital das Forças Armadas em Brasília (vídeo).

Clínicas como o Centro de Medicina Integrativa, em Brasília (vídeo), também têm utilizado nossas câmeras termográficas como uma forma de proteção aos pacientes e profissionais. As câmeras, já usadas no cotidiano da clínica, são configuradas para uso complementar.

A Poliscan Brasil oferece orientação completa para garantir que a medição seja feita em conformidade com normas ISO IEC e da forma mais eficiente possível para cada ambiente.

As câmeras térmicas possibilitam monitoramento remoto, inclusive por conexão Wi-Fi. Um designado pode acompanhar o processo de longe, em tempo real. Basta que o monitor esteja conectado à rede.

Conheça mais sobre os produtos:

Medidas oficiais de Junho/2020

A medição da temperatura corporal agora é oficialmente obrigatória em empresas no Brasil, segundo publicação no Diário Oficial da União em 18 de junho de 2020. Ela traz um conjunto de medidas e orientações visando à prevenção, controle e mitigação dos riscos de transmissão da COVID-19 nos ambientes de trabalho. O documento é assinado pelo Ministério da Economia e pela Secretaria Especial de Previdência e Trabalho. Texto na íntegra disponível neste link. Destaques abaixo:

Perguntas frequentes

Mais vídeos

A seguir, veja mais alguns vídeos recentes sobre a triagem por termografia sendo usada no combate ao Coronavírus ao redor do mundo.

Baixe gratuitamente o e-Book completo preparado pela Poliscan sobre o impacto econômico da epidemia de Coronavírus (COVID-19) no Brasil e no mundo.

Nosso trabalho

A Poliscan Brasil vem trabalhando desde janeiro de 2020 no enfrentamento da epidemia. Com muitos posts de conscientização nas nossas redes sociais e apresentação de fatos e argumentos científicos, tem atuado com respaldo e responsabilidade à altura das atuais circunstâncias.

Thomas Miliou, CEO da Poliscan, compartilha a preocupação da EAT (European Association of Thermology) em relação ao mau uso da termografia — observado no Brasil e em outras partes do mundo —, por falta de conhecimento, oportunismo ou sensacionalismo. Não é qualquer termovisor que serve para medição da temperatura humana.

A Poliscan trabalha com a marca FLIR desde 2008, devido a sua superioridade técnica e melhor custo-benefício. É necessário dominar a metodologia aplicada na saúde para mensurar sem equívocos a temperatura. A nossa entrega técnica consiste em uma consultoria adaptada ao local e à realidade do nosso cliente, configurando da melhor maneira possível os instrumentos, para oferecer uma solução completa com o melhor resultado viável.

Todas as nossas propostas estão baseadas nas diretrizes existentes de ISO para o screening de humanos febris. Assim podemos garantir a excelência a todos os nossos clientes.

Thomas Miliou é fundador da Poliscan Brasil, europeu e naturalizado brasileiro, economista de formação com estudos na Europa e na Ásia, e frequenta atualmente curso na área de saúde na Unicamp. Ele sobreviveu à epidemia de SARS em 2003, quando morava em Pequim.


Entre em contato conosco para conhecer nossos produtos e soluções em termografia.

WhatsApp: (19) 98890-1774  |  Telefone: (19) 3306-0300
E-mail: vendas@poliscanbrasil.com.br

Informações gerais sobre o Coronavírus

SOLICITE SEU ORÇAMENTO

Quer fazer um orçamento ou tirar alguma dúvida? Clique no botão e saiba mais sobre nossos produtos.

Contato por WhatsApp