Novidades

BEMER e a síndrome da dor miofascial

27/05/2022 | Categoria: Artigos

Hoje trouxemos um artigo que estudou a Terapia Bemer para realizar a modulação da dor no caso de da síndrome da dor e disfunção miofascial (SDDM).

Nesse estudo, dois grupos foram estudados, sendo:
– Grupo 1 recebendo analgésico e relaxantes musculares;
– Grupo 2 recebendo analgésico e relaxantes musculares com terapia BEMER.

Para analisar a eficácia do tratamento, foram avaliados o alívio da dor na escala visual analógica (EVA) e a abertura da boca medida com paquímetro digital.

RESULTADOS

Como resultado, o Grupo 2 que recebeu a terapia BEMER teve melhora significativa dos sintomas após 2 meses de acompanhamento.

Confira os resultados abaixo:

CONCLUSÃO

Portanto, esse estudo concluiu que a terapia combinada foi eficaz no alívio sintomático de longo prazo quanto comparada com a terapia farmacológica convencional. Ou seja, a terapia BEMER mostrou-se promissora no manejo de distúrbios da dor crônica, podendo ser mais explorada.

Interessou-se por esse artigo? Acesse-o na íntegra, clique aqui.

 

Veja também

18dez

Dicas de uso da terapia BEMER para uma rotina saudável

A terapia vascular BEMER estimula a microcirculação restrita ou prejudicada através de uma tecnologia patenteada de pulsos eletromagnéticos. Como isso pode […]

Leia +
12dez

Quais os benefícios da Terapia BEMER para idosos?

A terapia vascular BEMER estimula a microcirculação restrita ou prejudicada através de pulsos eletromagnéticos. Como isso pode ajudar na saúde dos […]

Leia +
30dez

Termografia na artrite reumatoide

Características térmicas dos pés reumatóides em remissão: dados de linha de base Gatt A, Mercieca C, Borg A, et al. Thermal […]

Leia +