Artigo Alterações Térmicas em Atletas de Triatlo | Poliscan Brasil

Alterações Térmicas em Atletas de Triatlo

Alterações Térmicas em Atletas de Triatlo

Estudo por: Wagner Romão, Danielli Mello, Eduardo Borba Neves, Guilherme Rosa, Rodrigo Vale.
Artigo disponível neste link.

A Poliscan se orgulha em apoiar a pesquisa científica e colaborar para que o conhecimento seja ampliado acerca da termografia. E o artigo de hoje é sobre a resposta da temperatura da face dos atletas durante uma corrida de triatlo de resistência, que podem variar de acordo com a modalidade esportiva, disciplinas e condição física do atleta.
Artigo Alterações Térmicas em Atletas de Triatlo | Poliscan Brasil
Como pode-se observar nas imagens térmicas, pode-se concluir que os atletas de triatlo terminam a fase de natação com uma temperatura facial mais baixa, uma vez que as imagens são de pré e pós natação; pós ciclismo e pós corrida.

AMBIENTE EXTERNO E COMPORTAMENTOS

O processo de troca de calor pode sofrer interferência do ambiente externo e de comportamentos, que por sua vez influenciam o processo de termorregulação dos atletas de triatlo. Como é o caso do Sol, vento, temperatura e umidade do ar e também de se refrescar com água ou abrir a jaqueta.

CONSIDERAÇÕES

Sendo assim, para pesquisas futuras deve-se controlar, além das variáveis ​​ambientais, o comportamento dos atletas durante a prova.

Para conferir o artigo completo, acesse:

Quer solicitar mais artigos sobre termografia? Preencha o formulário abaixo.

Ao utilizar este formulário você concorda com o armazenamento e utilização de seus dados pessoais por este website.

SOLICITE SEU ORÇAMENTO

Quer fazer um orçamento ou tirar alguma dúvida? Clique no botão e saiba mais sobre nossos produtos.

Contato por WhatsApp